Efeitos colaterais do 3 em 1: como lidar

efavirenz_intern-jpg-563x353

Efeitos colaterais do Sistema Nervoso Central: mudanças de humor, ansiedade, tonturas, distúrbios do sono

Drogas associadas: Efavirenz (presente no 3 em 1), Rilpivirina (não disponível no Brasil). Outras drogas como raltegravir (Isentress) e dolutegravir (Tivicay, presente em primeira linha em 2017) têm sido ligados a insônia ou mudanças de humor, porém, mais raramente.

Os efeitos colaterais do sistema nervoso central estão somente ligados com o efavirenz e a rilpivirina (um novo ITRNN).

Links úteis:

3 x 1 (ou 3 em 1, ou “Atripla” ou Telura)

 

E o Dolutegravir pra quem sofre com Efavirenz?

Efavirenz é o medicamento para tratar HIV mais ligado a mudanças de humor.

Embora relatos de casos tenham sido relatados com atazanavir/r, nevirapina, abacavir e outros ARVs (antirretrovirais), ainda são muito raros.

Há muitos pontos difíceis em relação aos efeitos colaterais do Efavirenz.

  • Primeiramente, quase todo mundo vai ter alguns destes efeitos colaterais, mas para a maior parte das pessoas eles serão fracos e fáceis de lidar. Isto significa que você pode ter alguns sonhos estranhos, ver-se sonhando acordado ou ficando mais preocupado do que o normal, ou você pode ficar mais irritado do que o normal.
  • Segundo, se você souber sobre isto tudo antes de iniciar o tratamento, vai ser mais fácil controlar-se e você ficará menos assustado. Sendo assim, informações sobre o que esperar antes de você começar a tomar o efavirenz (presente no 3 em 1) são cruciais.
  • Efeitos do sistema nervoso central podem ocorrer depois de algumas horas ou depois de vários dias,e  são mais comuns nas primeiras semanas depois de iniciar o tratamento. Eles geralmente ficam muito mais fáceis de lidar.

Em torno de 1/4 ou 25% das pessoas nos primeiros estudos do efavirenz relataram efeitos do sistema nervoso central sérios. Esta definição incluía “dificuldade em fazer tarefas do dia a dia”. Então embora muito poucas pessoas nestes estudos tenham parado o tratamento por causa dos efeitos colaterais, você tem uma chance de 25% de que o medicamento faça ficar difícil trabalhar até você se acostumar com ele.

Começar a tomar o Efavirenz quando você tiver alguns dias de folga pode reduzir a sua ansiedade e nervosismo ao começar o  tratamento. Será mais fácil se você estiver relaxado e despreocupado.

O efavirenz pode ser uma droga difícil para quem trabalha em turnos diferentes onde você tenha que trabalhar às vezes durante o dia e às vezes durante a noite. Isto acontece pois a maior parte das pessoas toma o efavirenz antes de dormirem.

Muitos sintomas aqui descritos podem ser também sintomas de doenças relacionadas ao HIV que agora são vistos com muito menos frequência, como demência, tuberculose ou meningite criptocócica .

Podem se desenvolver lentamente com o passar do tempo, então é muito importante detalhar muito bem os sintomas que você sente para seu médico.

Efeitos colaterais fortes

Algumas pessoas vão ter efeitos colaterais muito mais fortes. Se este for o caso, é essencial que você procure suporte e apoio assim que sentir que precisa. Talvez em torno de 2-3% das pessoas vão trocar para um tratamento diferente dentro de alguns dias ou semanas.

Já outras pessoas vão tentar trocar somente depois de alguns meses tentando esta medicação. Isto acontece pois mesmo alguns efeitos colaterais ficando mais fáceis de tolerar com o passar do tempo, pode ser que continuem em baixo nível por mais do que apenas os primeiros meses.

É esperado que até 20% das pessoas troquem de medicação no decorrer do primeiro ano.

Principalmente onde há outras opções boas.
No Brasil, em 2015, alguns médicos tentarão prescrever a você Kaletra. Outros serão mais generosos e prescreverão Atazanavir.

Efeitos colaterais do SNC podem causar ou piorar quadros de depressão, incluindo pensamentos suicidas e paranóia. É importante que você esteja ciente de que as mudanças de humor podem estar relacionadas com o efavirenz e que você não está “ficando louco”.

  • Se você estiver se sentindo paranóico ou com medo de sair de casa, ou parou de ver seus amigos como via antes, isto pode estar relacionado com efavirenz ou rilpivirina.
  • Alguns estudos trazem alertas ao usar efavirenz com pessoas que já estejam deprimidas ou tenham histórico de alguma condição psiquiátrica, mas pessoas sem um histórico assim também encontram dificuldades com os efeitos colaterais.
  • Muitos relatos foram publicados sobre fortes reações em pessoas que não tinham sintomas ou doenças psiquiátricas prévias.
  • Alguns estudos ligaram altos níveis de efavirenz a baixo peso corpóreo. E também importante, uma pesquisa de 2004 mostrou que raca pode também ser um fator importante. Uma porcentagem mais alta de Africanos metabolizam o efavirenz mais devagar. Isto resulta em doses mais altas do que o necessário.
  • Frequentemente os efeitos colaterais estão relacionados com altos níveis de efavirenz no sangue.

Ainda não se sabe ao certo o porquê de estes efeitos colaterais estarem associados com o efavirenz. Tampouco é possível predizer quem vai ter efeitos colaterais mais fortes.

Reduzir efeitos colaterais do Sistema Nervoso Central

Embora você possa tomar efavirenz com ou sem comida, uma refeição com muita gordura ou muito pesada pode aumentar os níveis do efavirenz em até 60% e isto pode piorar muito os efeitos colaterais.

Tomar o efavirenz algumas horas antes de você ir para a cama, ao invés de na hora de dormir, faz com que seja mais provável que você vai estar dormindo quando os níveis do efavirenz atingirem seu auge – em torno de 4 horas depois de tomado.

Um medicamento chamado Haloperidol para ansiedade e remédios para dormir podem ajudar também, entretanto, os mesmos não foram formalmente estudados neste caso específico.

Se você estiver passando por dificuldades com os efeitos colaterais do Efavirenz e não estiver feliz com como você se sente, é muito seguro trocar para outro medicamento para o HIV.

Você não precisa continuar com o Efavirenz para provar nada a você mesmo ou ao seu médico. Se você sabe que algo não está certo/legal, não hesite em pedir a mudança do medicamento para o seu médico.

É um direito seu.

Mesmo que você só tenha usado o efavirenz por alguns dias, se você perceber que não é para você, tudo bem trocar. Alguns medicamentos não são para todos.

Carga viral indetectável tomando 3 doses por semana [Atripla, 3em1]

Como relatar sintomas

Alguns dos sintomas associados ao efavirenz não são muito fáceis de descrever. A vantagem de escrever os efeitos que você tem é que você vai poder verificar se eles estão melhorando com o tempo.

Sintomas do sistema nervoso incluem:

  • Falta de concentração, confusão e pensamentos anormais;
  • Mudanças de humor incluindo: ansiedade, agitação, depressão, paranóia (se sentir muito ansioso ou nervoso) e euforia (se sentir muito feliz).
  • Distúrbios do sono incluindo insônia, tonturas, sonhos vívidos e pesadelos.

Disturbios do sono:

  • Faça um diário e anote com que frequência seu sono é interrompido.
  • Tente descrever de maneira clara. Acontece todas as noites ou algumas noites por semana?
  • Você consegue estimar quanto tempo você dorme por noite, e quanto tempo você dormia antes do tratamento?

Concentração e memória:

  • Está achando mais difícil se concentrar?
  • Você esteve ciente de perda de memória recentemente?

Mudanças de humor:

  • Se você tem mudanças de humor, tente descrevê-las de maneira clara em um diário.
  • Seus amigos ou familiares notaram mudanças no seu comportamento, mesmo não estando óbvio para você?
  • Exemplos de como seu humor tem mudado podem dar uma ideia mais clara de como você está sendo afetado.

Depressão e pensamentos suicidas:

  • Uma pequena porcentagem das pessoas que passam por efeitos colaterais muito fortes relataram pensamentos de depressão inexplicável, incluindo pensamentos sobre suicídio.
  • Sintomas neste nível significam que é de suma importância que você converse com seu médico de maneira séria quanto à troca para outra medicação.
  • Se você toma efavirenz, é provável que seja mais fácil falar com um amigo próximo sobre como você tem se sentido e pedir para que esta pessoa acompanhe você até a consulta para dar apoio e força para pedir a troca e dar os motivos para tal. Não há problema nenhum em levar um amigo ou membro da sua família junto.

Fonte: i-Base.info (com pequenas modificações para a realidade brasileira)

Derek comenta:

Recentemente o governo brasileiro anunciou que o Dolutegravir fará parte da primeira linha de tratamento. Isto deve ser suficiente para quem iniciar a terapia antirretroviral em 2017. Porém, é provável que isto não seja tão automático logo de cara. Acredito que muitos ainda serão colocados no Efavirenz do 3 em 1, ou até muitos pacientes podem escolher o 3 em 1 por ser um comprimido apenas. 

Bom, eu fui um dos azarados que tive os efeitos colaterais fortes, extremamente fortes, por muito tempo. E ainda estou nesta medicação, mas quase depois de um ano os efeitos parecem bem mais aceitáveis. Se tivesse sido assim no começo eu não teria me assustado tanto, mas eu não conseguia andar nem dormir direito. Depois do meu primeiro comprimido do 3 em 1 eu virei um zumbi, e assim permaneci por pelo menos dois meses.

Este post aborda apenas os efeitos psiquiátricos do efavirenz. Porém, é muito comum ter rash cutâneo, umas manchas vermelhas que ajudam e muito a abalar mais ainda o seu psicológico. E também diarréia aqui e ali.

Neste momento estou bem. Acho que estou muito bem. Mas não vou saber ao certo até tentar outro medicamento, e tenho certeza que o momento se aproxima.

Aos que não tiveram ou têm efeitos colaterais com o 3 em 1 e efavirenz: você pode comemorar!

Aos que têm muitos efeitos colaterais mesmo depois de tentar se acostumar: Cara… seja insistente com seu médico e saia dessa.

Abraço.

  • vini luz

    olá também tenho sentido efeitos colaterais com o uso do 3 em 1 estou com um zunido (tinittus) que nao me deixa bem! nao consigo dormir direito e me concentrar! se alguem sente ou ja sentiu um desconforto como este o que fazer ? ja são dois meses e nao senti alguma melhora mesmo consultando um especialista e tomando medicações.